As melhores marcas de luxo Masculinas

As melhores marcas de luxo Masculinas

O mercado de bens de luxo é um dos setores mais lucrativos da economia global, movimentando milhares de milhões de dólares todos os anos. Quando pensamos no nicho da moda, principalmente no segmento masculino, as primeiras marcas que vêm à mente de milhares de pessoas são Prada, Giorgio Armani, Tom Ford e Salvatore Ferragamo.

Essas marcas contêm uma ampla gama de produtos em diferentes estilos para atender a diferentes gostos e são muito populares devido aos seus preços altos e que as massas não podem pagar. Você sabe quais são as melhores marcas de luxo para homens do momento?

Brunello Cuccinelli

A Brunello Cucinelli foi fundada por Brunello Cucinelli em 1978 na Itália.

Brunello nasceu em Castel Ligone, uma pequena cidade perto de Perugia. Depois de se formar, ele entrou na faculdade, mas acabou abandonando. Em 1978, ele abriu um pequeno negócio que conquistou o mercado com suéteres de caxemira tingidos que não existiam na época.

Depois de se casar em 1982 e ter duas filhas, ele e a família se mudaram para Solomeo, que mais tarde se tornou a sede da empresa. Os mercados internacionais acolheram bem as roupas femininas de caxemira, especialmente calças e saias. Em meados da década de 1980, ele lançou uma linha de ternos e gravatas elegantes para homens.

Para atender à crescente demanda do mercado, a linha de produtos foi ampliada em 2000 para oferecer um “look total” tanto para mulheres quanto para homens, e agora inclui acessórios e calçados, além de vestuário.

Brunello Cucinelli consolidou-se mundialmente como uma marca tradicional conhecida por seu artesanato e excelente qualidade.

Giorgio Armani

A marca Giorgio Armani foi fundada por Giorgio Armani e Sergio Galeotti em 1975 na Itália.

O interesse de Giorgio pela moda não foi imediatamente óbvio. Italiano, estudou medicina por dois anos e serviu no exército antes de ser contratado aos 20 anos como vitrine e assistente de fotógrafo na famosa loja de departamentos La Rinascente, em Milão. Como comprador de roupas masculinas da loja.

Em seguida, trabalhou como assistente do estilista Nino Cerruti por nove anos, antes de iniciar sua carreira como estilista freelance, desenhando e costurando para grandes marcas famosas.

A marca foi inaugurada em 1975 por Giorgio Armani e seu amigo Sergio Galeotti. Em julho do mesmo ano apresentaram sua primeira coleção, que já fez muito sucesso e recebeu boas críticas. Após apresentar sua coleção masculina, desconstruiu o terno clássico e introduziu novos modelos com diferentes cortes, materiais e formas, tornando-se o “Rei dos Blazers”. Até hoje, seus ternos são símbolo de elegância, delicadeza e sofisticação.

Em 1981, Giorgio Armani lançou sua segunda marca, Emporio Armani, que introduziu roupas casuais e acessíveis junto com sua coleção de jeans. Após abrir o Emporio Armani, ele se tornou um dos primeiros designers a criar uma marca com os preços mais atrativos.

Tom Ford

A Tom Ford foi fundada em 2005 pelo estilista americano de mesmo nome em Nova Iorque.

Thomas Carlyle Ford nasceu em Austin, Texas, e passou a maior parte de sua infância em Santa Fé, Novo México. Ele começou sua carreira profissional como ator comercial, mas acabou decidindo abandonar os estudos e estudar história da arte na Universidade de Nova York e mais tarde arquitetura e moda na Parsons School of Design. Ele então passou um tempo em Paris, trabalhando como estagiário no departamento de comunicação de Chloe.

Em 1990, foi contratado para supervisionar a coleção de pronto-a-vestir feminino da Gucci. Após quatro anos na marca, foi promovido a Diretor Criativo, supervisionando todas as coleções e revitalizando a marca, transformando-a com paixão.

Em 2005, um ano depois de deixar a Gucci, Tom decidiu lançar sua própria marca homônima. Primeiro, ela fez parceria com a Estée Lauder para lançar produtos de beleza, seguida pela fragrância Black Orchid e uma linha de óculos de sol de armação redonda que fizeram sucesso imediato.

Em 2006, a linha masculina colaborou com Emernegildo Zegna para criar uma alfaiataria moderna e elegante. Tem sido referência para quem procura peças de alta qualidade e estilo. A marca Brad Pitt, Brad Pitt e Ashton conquistaram algumas pessoas conhecidas, como Katcher, que vê repetidamente seu trabalho.

Prada

A marca Prada foi fundada por Mario e Martino Prada em 1913 em Milão, com o nome de Fratelli Prada (Irmãos Prada em tradução livre).

Os irmãos abriram sua primeira loja em 1913 na prestigiada Galleria Vittorio Emanuele II, onde vendiam acessórios de moda exclusivos, incluindo malas, bolsas e acessórios em couros exóticos, como pele de leão marinho importada da Inglaterra.

A marca tornou-se amplamente conhecida pelos seus produtos de luxo e de alta qualidade e, em 1919, a sua loja em Milão tornou-se uma das preferidas da nobreza italiana. Também foi nomeado fornecedor oficial da família real italiana.

Em 1978, o neto de um dos fundadores, Miuccia Prada, assumiu a gestão da empresa junto com seu futuro marido, Patrizio Bertelli, mas seu cargo nunca mais foi o mesmo. Os dois apresentaram então os produtos inovadores e modernos pelos quais a Prada sempre foi famosa: alta qualidade, sofisticados, elegantes e luxuosos.

A primeira linha masculina surgiu na década de 90 e, alguns anos depois, em 1998, a empresa abriu sua primeira loja masculina em Los Angeles, Califórnia.

Em apenas 30 anos, a linha masculina da Prada – desde roupas casuais até alfaiataria, acessórios e calçados – tornou-se conhecida pelo caimento impecável e pelos melhores tecidos.

Ermenegildo Zegna

A história da marca teve inicio em 1910 quando Ermenegildo Zegna assumiu o controle da fábrica da família, a Lanificio Zegna (“Lanificio” em Italiano significa fábrica de lã), localizada em Trivero, norte da Itália.

Aos 18 anos e sendo o caçula de 10 filhos, Ermenegildo iniciou o processo de transformação da pequena fábrica de sua família. Ele tinha um objetivo ousado: produzir tecidos da mais alta qualidade que pudessem competir com os tecidos britânicos, considerados os melhores do mundo na época.

Para atingir esse objetivo, ele adquiriu equipamentos da Inglaterra, a melhor lã da Austrália, África do Sul, Nova Zelândia e Tasmânia, e caxemira da Mongólia. A fábrica cresceu para 420 funcionários e 60 teares, e a marca está comprometida em criar tecidos utilizando os melhores fios do mundo.

Esses esforços valeram a pena e a marca ganhou fama mundial e tornou-se sinônimo dos melhores tecidos italianos e dos melhores parâmetros de qualidade. Além disso, foram os primeiros a assinar os têxteis com os seus próprios nomes.

Ermenegildo Zegna tornou-se uma marca de luxo ao longo de três gerações da família. Em 1960, os filhos de Ermenegildo, Angelo e Aldo, assumiram a gestão da empresa e a marca passou a produzir as mais elegantes linhas de alfaiataria e pronto-a-vestir. Após esta fase inicial, expandiram a sua gama de produtos para linhas desportivas, acessórios e malhas.

Todas as peças foram feitas sob encomenda até 1968, quando foi lançada a linha de pronto-a-vestir. Foi só na década de 1980 que a marca abriu as suas primeiras lojas, em Paris em 1980 e em Milão em 1985. O aumento da produção levou o grupo a investir no mercado externo, levando à abertura de filiais e pontos de venda em países como Alemanha, Grã-Bretanha, Espanha, Turquia, México e Estados Unidos.

Nos anos seguintes, Ermenegildo Zegna ampliou sua linha de produtos, lançando os primeiros perfumes, óculos de sol, acessórios de couro, roupas íntimas, além de roupas casuais e acessórios para jovens. Hoje, seu trabalho é símbolo de elegância e autenticidade no mundo masculino. Fabricados com os melhores tecidos e matérias-primas e perfeitamente adaptados.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

Sem comentários